Manejo dos tracajás no rio Amônia

Os Ashaninka, que vivem no rio Amônia (Acre), se preocupam muito com o ambiente. Após os estragos causados pela exploração madeireira, pelas pescarias e caçadas ilegais realizadas por não-índios, eles decidiram realizar um plano de manejo dos tracajás, um tipo de tartaruga que quase desapareceu da região. Durante três anos proibiram a coleta de ovos e o consumo da carne deste animal. Assim, o número de tartarugas aumentou. Desde 2003, os Ashaninka promovem uma festa anual no dia da soltura de centenas de tartarugas que voltam aos rios da região. Este vídeo, produzido pelo projeto Vídeo nas Aldeias com a OPIAC (Organização dos Professores Indígenas do Acre), mostra um pouco sobre este trabalho de manejo.

Assista a outros vídeos!

Recadinhos

vitor s. sab, 25/05/2013 - 14:24

pibmirim

Neste site,eu aprendi muito com os vídeos, com os jogos e como vivem as etnias.