Ocupação no Brasil

Pequenos grupos humanos foram se adaptando aos diversos ambientes em formação no território brasileiro, como o cerrado, a mata atlântica, a floresta amazônica. Essa diversidade de ambientes foi ajudando a criar, cada vez mais, línguas e culturas que diferenciavam os grupos uns dos outros. E quando tudo isso aconteceu? Aconteceu no período seguinte ao Pleistoceno que é chamado pelos arqueólogos de Arcaico. E está compreendido entre 10 mil e 2500 anos atrás, aproximadamente. Foi nesse período que grupos humanos bastante distintos culturalmente foram se formando. O aumento do número de sítios arqueológicos datados desse período mostra o aumento da população, que ocorreu ao longo dos milênios.

O que é um sítio arqueológico?

sitios

Os povos que não utilizavam a escrita só podem ser conhecidos hoje por meio dos vestígios materiais que deixaram nos locais em que viviam. O sítio arqueológico é o que restou das coisas que as pessoas fabricaram e usaram ao longo de sua vida em um determinado lugar (panelas de cerâmica, restos de machado e outras ferramentas feitas de pedra, sinais de que fizeram roças e plantaram alimentos etc.).

Quais as principais mudanças acontecidas no início do período Arcaico?
Houve um aumento gradual da temperatura e, por isso, muitas mudanças ocorreram no meio ambiente, transformando também a vida das populações que ocupavam o continente.  Dentre essas mudanças destacam-se a formação de grandes áreas de floresta, a mudança no regime dos rios, que passaram de temporários a perenes (não secam mais) e a formação e expansão de manguezais (vegetação própria de regiões de encontro do rio com o mar).
claudio.mangue2
claudio.mangue1
 

Foi assim que surgiu uma grande variedade de recursos naturais que são utilizados até hoje pelos seres humanos.

Pedro Martinelli.ISA.2002

Muitas pesquisas dizem que é provável que parte do que conhecemos como "natureza selvagem amazônica" tenha sido produto de milhares de anos de manejo de recursos naturais por parte das populações indígenas da região. Pode-se dizer o mesmo de outras regiões do Brasil. Manejar é cuidar de um recurso natural (uma planta, por exemplo) de forma que ele não acabe e que possa ser usado sempre.

Os povos do período Arcaico continuaram sendo caçadores e coletores?
O maior conhecimento do meio ambiente fez com que essas populações crescessem e se modificassem. Aos poucos elas foram se espalhando por todos os cantos do Brasil. Por volta de 4 mil anos atrás não havia nenhum lugar que não tivesse sido ocupado por esses grupos de caçadores-coletores.
Esses povos sabiam plantar?
As primeiras experiências de domesticação de plantas – é assim que os estudiosos do assunto dizem – foram feitas ainda durante o período Arcaico. Isto é, começaram a plantar e a cuidar de plantas que consideravam importantes. Foi com a introdução da agricultura que esses povos começaram a se fixar em aldeias e a morar em lugares onde havia muita caça.  
llama

E a domesticação de animais?     Aconteceu na região da cordilheira dos Andes, mas não no território que veio a ser o Brasil.        

Quando apareceu a agricultura?
A agricultura apareceu há cerca de 3 a 4 mil anos, no entanto foi a partir de 2 mil anos atrás que essa prática de subsistência foi difundida no território que hoje conhecemos como Brasil. O cultivo de plantas como o tabaco, o milho e a pimenta, existia em quase todo o continente americano à época da chegada dos europeus.
pimentabaniwa.beto
milho
Qual a maior contribuição dos índios americanos a outras populações do mundo?
Uma das maiores contribuições dos índios americanos a outras populações do mundo foi a grande quantidade de plantas por eles domesticadas antes da colonização, como por exemplo os diferentes tipos de batata, cará, mandioca, o amendoim, a abóbora, o maracujá, o cacau, o tomate, o mate, a baunilha, o abacaxi, o caju, o mamão e muitas outras frutas!
Quando as populações no Brasil deixaram de ser nômades?
No final do período Arcaico, por volta de 2500 anos atrás, muitas das populações que possuíam a tecnologia da pedra lascada deixaram de ser nômades. Um povo nômade é aquele que não tem uma habitação fixa, que vive mudando de um lugar para o outro. Esses povos criaram aldeias e passaram a ocupar territórios extensos, com caminhos de ligação entre elas. A riqueza de recursos que o ambiente oferecia (fartura de plantas e animais, por exemplo), as técnicas que descobriram para estocar e guardar e as trocas de mercadoria e conhecimentos entre os povos possibilitaram um grande desenvolvimento. E as populações aumentaram, assim como os territórios que ocupavam.
O que se sabe sobre a ocupação do litoral brasileiro?
sambaquis

Os sítios arqueológicos mais conhecidos do litoral são os sambaquis, sendo a maior parte deles datados entre 4 e mil anos atrás. Sambaqui em Tupi quer dizer "monte de conchas". São colinas formadas por conchas de moluscos consumidos por antigas populações.

 Silvia Futada, 2009.

Neles são encontrados também restos de esqueletos humanos, instrumentos de pedra lascada e polida, além de objetos feitos de ossos, dentes e conchas. Os sambaquis são encontrados desde o litoral do Nordeste, onde são raros, até o Rio Grande do Sul.

Sambaqui.paulodeblasis3

Os tamanhos dos sambaquis variam: desde pequenos montes de 10 metros de comprimento e 2 metros de altura, até verdadeiras montanhas de 500 metros de extensão e mais de 60 metros de altura.  

Sabe-se por que os sambaquis eram construídos?
Estudos recentes mostram que os sambaquis foram construídos com a intenção de serem marcos importantes nos territórios, para que pudessem ser vistos bem de longe. As populações que os construíram são conhecidas hoje como "sociedades dos sambaquis". Ainda existem esses grandes sambaquis?
Sambaqui.paulodeblasis

Sim, mas somente aqueles que não foram destruídos pelas mudanças causadas pela subida do nível do mar. Os sambaquis mais antigos ficaram embaixo da água; restaram apenas uns poucos, localizados em áreas mais afastadas do litoral.  

Quando os portugueses chegaram ao litoral, eles não encontraram as sociedades dos sambaquis?
Não, encontraram outras bem diferentes. Os povos indígenas aqui encontrados e depois descritos pelos viajantes europeus foram povos falantes de línguas Tupi. Eles viviam em grandes aldeias, às vezes com até 2 mil habitantes, e tinham a agricultura como sua principal atividade de subsistência.
O que aconteceu com as sociedades dos sambaquis?
colar

Elas desapareceram! Não se sabe ao certo porque, mas um dos principais motivos foi a chegada dos numerosos grupos falantes de línguas Tupi ao litoral, por volta de 2 mil anos atrás.

Como viviam os povos de línguas Tupi?
tronco-tupiOK

Esses povos viviam, principalmente, do cultivo de alimentos pelo sistema de coivara, que ficou conhecido popularmente como roça. Os alimentos cultivados eram a moeda de troca usada com os europeus para conseguir objetos que apreciavam, como machados, facas, tecidos, espelhos...

Como se faz a agricultura de coivara?

Primeiro derruba-se um trecho de mato, não muito grande. Depois de deixar o mato derrubado secar por um tempo, coloca-se o fogo, que limpa a área e a cobre de cinzas. Em seguida, faz-se uma limpeza na roça, tirando galhos e restos de árvores que não queimaram bem. Com as primeiras chuvas, planta-se na mesma roça diferentes espécies, como milho, feijão, mandioca, batata, cará. Esse é um jeito de garantir a fertilidade do solo e evitar pragas. Depois é só manter a roça limpa. Ainda hoje a coivara é uma técnica praticada em todo o território brasileiro. O impacto ambiental que esta técnica provoca é pequeno porque nunca se derruba uma área grande e, além disso, depois de alguns anos de uso, a roça pode ser abandonada e a floresta volta a crescer.

roçayanomami
roçamalocayanomami

   

De onde vieram esses povos que ocuparam o litoral?
Do interior. Segundo estudos linguísticos e arqueológicos, os grupos falantes de línguas do tronco Tupi tiveram uma origem comum. Um grupo original, localizado entre o baixo e o médio rio Amazonas, ao viver um processo de grande aumento da sua população, por volta de 4 ou 5 mil anos atrás, deslocou-se e passou a conquistar a maior parte do território que veio a se tornar o Brasil. Para saber o que é um tronco linguístico, veja Línguas indígenas.
movimento

Os nomes de lugares é um bom exemplo para mostrar a expansão dos grupos Tupi. Há lugares com nomes em Tupi em distantes regiões do Brasil. Araraquara é um bom exemplo disso: é um nome de cidade no interior de São Paulo e de rio no extremo norte do Estado do Amazonas. Os vestígios arqueológicos mais importantes deixados por esses grupos foram restos de potes e tigelas de cerâmica encontrados nos locais das antigas aldeias.

Os povos de línguas Tupi habitaram também o Planalto Central?
tronco-jeOK

Não. Na região que agora chamamos Planalto Central Brasileiro, viviam populações indígenas bem diferentes dos Tupi. Nessa região seca, formada por chapadas e serras, conhecida como cerrado, se formaram sociedades com costumes diferentes dos costumes Tupi.   Falavam línguas do tronco Macro-Jê. Para saber o que é um tronco linguístico, veja Línguas indígenas.

Quando os povos de línguas Jê ocuparam o Brasil central?
Há mais ou menos 11 mil anos. Até uns 2 mil anos atrás os Jê eram grupos nômades de caçadores-coletores. A partir de mais ou menos 1400 anos atrás, ocorreram importantes mudanças nos modos de vida dessas populações, que passaram a formar grandes aldeias e a desenvolver a agricultura. As aldeias circulares predominaram como forma de ocupação do espaço e se espalharam por toda a região! Os sítios arqueológicos mostram que cerâmicas elaboradas foram produzidas nesse período.
Como foi a ocupação na Amazônia?
A Amazônia, durante muitos anos, foi vista pelos estudiosos como um “deserto verde”, ou seja, era considerada um lugar onde não havia ninguém, só mata. Todos acreditavam que sua ocupação teria acontecido há pouco tempo e por um pequeno número de habitantes, mas estudos recentes apontam exatamente o contrário.
rioxingu.mata
detalhematadensa
 

A história da ocupação humana na Amazônia teve início há pelo menos 11 mil anos, num período em que as práticas de agricultura não haviam sido adotadas. Os dados disponíveis mostram que estes primeiros grupos tinham um modo de vida baseado na caça, pesca e coleta, e que domesticaram algumas plantas como a pupunha, o mamão, pimentas e a mandioca.

Onde apareceu a técnica da cerâmica?
Na Amazônia! Esta foi a área de origem e de expansão da produção de cerâmicas e outras técnicas importantes.
Fragmentos cerâmicos Konduri - Parintins-AM

Restos de vasilhas de cerâmicas datados de 8 mil anos atrás foram encontrados ao longo do rio Amazonas e de seus afluentes (rios menores que contribuem para a formação de um rio maior), o que comprova a origem desta técnica. Essas evidências apontam para a existência de um estilo de vida adaptado ao ambiente de rio, rico para atividades de pesca, coleta e cultivo de diferentes recursos naturais. Essas populações ribeirinhas, isto é, que habitavam próximo a rios, cultivavam produtos como a abóbora, a mandioca e o milho.

ceramica

Por volta de mil anos atrás, culturas muito complexas se desenvolveram ao longo do rio Amazonas. As culturas Marajoara e Tapajônica, com seus enfeites e cerâmicas muito bem-trabalhados, são exemplos da beleza das culturas amazônicas. Estas deram origem a algumas características das culturas dos povos da região da cordilheira dos Andes. Assim sendo, a Amazônia pode ser vista como berço de vários povos indígenas que, a partir dali, se expandiram e também conquistaram grande parte do que hoje é o Brasil.

Vaso Cariátides Tapajônico
Urna funerária Marajoara2
 
Fontes de informação
  • Museu de Arqueologia e Etnologia-MAE

Brasil 50 mil anos: Uma viagem ao passado pré-colonial (Guia temático para professores)

  • Museu de Arqueologia e Etnologia-MAE

Programa de educação patrimonial do levantamento arqueológico do gasoduto coari-manaus (Guia temático)

  • Eduardo Góes Neves

Os índios antes de Cabral: arqueologia e história indígena no Brasil, do livro A temática indígena na escola: novos subsídios para professores de 1° e 2° graus (1995).

Parceria com o Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (MAE-USP)

Recadinhos

PURURUCA seg, 14/04/2014 - 19:39

Como acho sobre quantos

Como acho sobre quantos índios são marajoaras?

Anônimo sex, 03/05/2013 - 12:12

Ameiii! Obrigado! Meu

Ameiii! Obrigado! Meu trabalho da escola ficou lindo! Bjss Ù_Ù

marcela e maria qui, 25/04/2013 - 13:56

Adorei! É demais! Super!

Adorei! É demais! Super! Bjs...

Emilly Beatriz qua, 17/04/2013 - 13:31

Amei. Ajuda nos deveres de

Amei. Ajuda nos deveres de casa.

francisco Alves barbosa qui, 07/03/2013 - 08:39

Gostaria de ter uma resposta,

Gostaria de ter uma resposta, de onde veio os primeiros índios para o Brasil?

Anônimimo qui, 21/02/2013 - 17:32

Eu estava precisando saber

Eu estava precisando saber disso para minha pesquisa de escola. Eu estou no 5º ano.

Anônimo qua, 28/11/2012 - 14:23

Também achei, pois isso é

Também achei, pois isso é muito legal de se compartilhar. Então sempre jogarei e compartilharei um comentário quando eu jogar:) Beijos, conte sempre comigo <3

Equipe PIB Mirim sex, 18/05/2012 - 14:55

Olá CARANDÁ VIVAVIDA! Os

Olá CARANDÁ VIVAVIDA!
Os Sambaquis são evidências deixadas por populações antigas que ocuparam o litoral brasileiro. São amontoados de conchas de moluscos que formam colinas. Para saber mais veja a seção "Antes de Cabral" no item "Ocupação no Brasil". Um abraço!

CARANDÁ VIVAVIDA sex, 18/05/2012 - 12:05

Ganhei de 10 a 0 no joguinho

Ganhei de 10 a 0 no joguinho da peteca.

CARANDÁ VIVAVIDA sex, 18/05/2012 - 12:00

O que são sambaquis?

O que são sambaquis?

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Para concluir você precisa resolver esta conta e provar que não é um robô tentando invadir o PIBMirim!
4 + 0 =
Resolva esta conta e informe o resultado. Ex.: Para 1+3, informe 4.